SOBRE

MINHA HISTÓRIA

NICOLE ZABUKAS descobriu a fotografia aos 16 anos e começou a trabalhar com fotografia autoral, de casamentos, aniversários, shows e ensaios fotográficos, o que a levou aos mais diversos lugares, desde a Portelinha, em São Paulo, onde fotografou a construção de casas pela ONG TETO — uma organização que busca superar a pobreza em que vivem milhões de pessoas nas comunidades precárias, por meio do engajamento comunitário — até Quito, no Equador, aonde participou da residência artística “No Lugar” que resultou em uma exposição coletiva chamada “Con ocho puntos se hace una línea". Através da fotografia, vivenciou diversas conquistas profissionais como ter o seu trabalho exibido em salas de cinemas com o mini documentário do DVD da turnê do músico Tiago Iorc e ser finalista no programa "Arte na Fotografia" do canal Arte 1, do Grupo Bandeirantes de Comunicação.


A sua criatividade nunca se limitou a uma única corrente artística, por isso, em 2015, criou a loja online de bordados “Ovelha Bordadora”, o que lhe abriu os olhos para o empreendedorismo e ao marketing digital. Com a sua experiência em mídias sociais, atuou como Coordenadora de Comunicação na “Te Projeto”: uma organização sem fins lucrativos que promove o uso de produtos de higiene pessoal e de limpeza não testados em animais.


Em 2017, formou-se em Produção Multimídia pela Universidade Metodista de São Paulo e residiu por sete meses no Canadá, na cidade de Toronto — experiência que mudou o seu olhar sobre o mundo. Já vegana, retornou ao Brasil e sentiu a necessidade de trabalhar com o que realmente acredita e expandir para além da carreira já estabelecida. Idealizou, planejou e produziu a “Feira das Vegs”, primeira feira vegana do estado de São Paulo realizada exclusivamente por mulheres em todas as suas multiplicidades de gênero e identidades. Além de incentivar as trocas de informações sobre justiça e ética animal, de consumo sustentável em circuitos socioculturais conjuntamente a outros movimentos sociais, a questão da democratização do consumo desses mesmos produtos é parte essencial da organização do evento. Trata-se não apenas do consumo por ele mesmo, mas de unir pessoas em redes de apoio e oportunidades para fortalecer o trabalho de centenas de pequenos produtores mulheres das regiões onde a Feira das Vegs é realizada.


Atualmente, desde a reorganização demandada pela pandemia global, trabalha como freelancer em comunicação política e com captação e edição de fotografias e vídeo, tanto a nível profissional, pessoal e em parceria/contratos com movimentos da sociedade civil organizada.

Experiências

Fotógrafa

2012-Atualmente


Produtora cultural

2019-Atualmente


Assessoria parlamentar ALESP – Área de comunicação

2019-2021



Clientes

  • Tiago Iorc
  • Te Protejo Brasil
  • Million Dollar Vegan Brasil
  • Okent Films

Prêmios

  • Finalista da 2ª temporada do programa Arte na Fotografia do canal Arte 1.